Abandono infantil

Adoção é um ato de amor.

  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
HomeAbandono infantil

O que você faria? (UNICEF)

Carta das Nações Unidas

Clique aqui para ler

Informativo

Seu nome
Please let us know your name.
Seu email
Please let us know your email address.
Opção
Invalid Input

O que afasta as crianças e adolescentes negros da escola?

Domingo, 20 Agosto 2017 01:05 Publicado em Preconceito


 

Por: Juliana Gonçalves

Além das vulnerabilidades sociais, a discriminação racial e falta de diálogo com o repertório da cultura negra colaboram para a evasão escolar

Do sexo masculino, jovem, negro e pobre. Esse é o perfil típico de um adolescente fora da escola. Pesquisas demonstram que uma das principais barreiras socioculturais enfrentadas por meninas e meninos brasileiros é a discriminação racial. Ao contabilizar todas as idades, fica nítida a desvantagem dos negros em relação à população branca no acesso, mas, principalmente, na permanência na escola.

Leia mais...

Preconceito, racismo e discriminação no contexto escolar

Domingo, 20 Agosto 2017 00:52 Publicado em Preconceito

Por: Flávia Cunha Lima - (Professora Formadora da Diversidade) CEFAPRO – Barra do Garças 

Preconceito

Preconceito é uma opinião que formamos das pessoas antes de conhecê-las.É um julgamento apressado e superficial e muito perigoso, pois ao invés de melhorar a nossa vida e da sociedade, acaba trazendo muitas situações complicadas e até mesmo violentas. 

Leia mais...

Por: Katya Adler

Enquanto os líderes europeus discutem medidas para conter o enorme fluxo de refugiados e outros imigrantes para a Europa – e não parece haver solução imediata para o problema -, os mais vulneráveis são os que mais sofrem com a situação.

O número de crianças que buscam asilo ou refúgio na Europa aumentou 74%. De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), durante os primeiros seis meses de 2015, cerca de 106 mil crianças solicitaram asilo ou refúgio na Europa.

Leia mais...


Censo de órgão da ONU revela a existência de 48 milhões de crianças migrantes no mundo, das quais 28 milhões saem de suas casas forçadas por conflitos e perseguições políticas

Por: João Paulo Charleaux

A Unicef - órgão das Nações Unidas para infância e juventude - tornou público na quarta-feira (7) um raio-x da situação das 48 milhões de crianças migrantes existentes atualmente no mundo. O número é um dos mais altos já registrados e, para efeito de comparação, equivale a toda população dos nove Estados do Nordeste brasileiro. Destas 48 milhões de crianças migrantes, 11 milhões são refugiadas ou estão pleiteando a concessão de refúgio num país estrangeiro.

Leia mais...